Um outfit em tons neutros

Hoje acordei num dia diferente, com outra motivação, com 1001 ideias na cabeça. No entanto, agarrei numa chávena de café depois do pequeno almoço e sentei-me no sofá com a familía e assisti á televisão (coisa que já não fazia há imenso tempo). E a gente “enjoyed ourselves”.

Ao contrário desta passada semana que parecia que vivia no escritório e para o blog. Ele foi escrever posts, tirar fotografias, filmar, editar, carregar o video.

E costurar um vestido? Sim, porque o tempo já é muito!

Decidi finalmente costurar e acabar o vestido da minha mais recente coleção para ser entregue em Portugal.

Isto tudo para dizer que hoje o dia foi para nós, e depois quando o menino se deixou dormir e a casa estava mais ou menos em ordem, fui tirar um tempo para mim. Precisava de ver pessoas, de respirar ar puro, de simplesmente estar comigo mesma.

Fui á loja da Søstrene Grene que tem sempre milhentas coisas lindas e encontrei umas chávenas, toalhas, uma escova de lavar roupa á antiga e umas meias de lã lindas. Hoje o post vai estar dentro dos tons neutros, uma palette de cores que adoro, além dos tons monocromáticos que vocês já perceberam que sou uma grande fã.

E para o outfit escolhi igualmente os tons neutros. Estas peças fui acumulando ao longo do inverno, em especial o casaco que comprei no início do outono no ano passado, as calças em ganga cinzenta também com alguns anos e a nova camisola, mega suave e de malha reciclada da Mango – esta comprada recentemente.

O outfit foi super casual, espontâneo e mega confortável. Depois da visita á minha loja preferida que era literalmente o primeiro sítio que queria ir na primeira vez que fosse a uma loja pós quarentena, fui até ao Bahne uma loja mista de interiores e moda me receberam com os maiores sorrisos. Uma coisa que acho que devemos fazer neste novo mundo é irmos apoiar os comércios locais.

Lá encontrei uma t-shirt branca e um top ribbed de manga comprida também em tons neutros da Samsøe & Samsøe. Os óculos de sol que aqui vêm no outfit também foi de lá e salvo erro é da própria Bahne. E foram super baratos considerando a qualidade. Encontrei também uma forma de bolos com o buraco no meio. Vamos lá ver se me sai um bolo como deve ser que nesta quarentena só tenho feito tijolos.

Depois das visitas ás duas lojas fui até ao recém aberto Lagkagehuset buscar um latte. A rapariga atrás do balcão perguntou-me se eu queria um shot de caramelo no latte e eu com um sorriso enorme disse que sim!

Sentei-me num banco e na vila meio vazia e com as lojas a fechar para o fim-de-semana, apanhei um pouco de sol na cara e “aproveitei” o tempinho que tirei para mim.

E vocês também estão a gostar da palette de tons neutros?

Um beijo x

Leave a Reply

%d bloggers like this: