#8: 10 marcas portuguesas favoritas

Lembro-me como hoje de ouvir inúmeras vezes

“o que é nacional é bom.”

E cresci eu assim, a pensar que tudo o que era português era o melhor que havia. Mesmo uns após ter emigrado para a Dinamarca, depois para a Suécia, continuei com a mesma opinião. Mas passados uns anos, fui perdendo o “toque”. Fui-me descurando no que tocava a boas marcas para serem descobertas e fui ficando um pouco ignorante no assunto.

Eu quis tocar neste assunto das marcas pois, por estarmos na situação em que nos encontramos, vale a pena ficar a saber delas. Vale a pena dar uma olhadela e vale definitivamente a pena mantê-las no nosso “know now”.

Eu, muito sinceramente não sei para onde vamos pós-covid19, mas espero que o caminho seja iluminado e que muitos de nós que tenha negócios consiga ultrapassar tudo e que tudo corra pelo melhor. Estou a torcer por todos nós. Que esta merda acabe já de uma vez por todas.

Mas sem demoras, aqui vamos ás minhas marcas favoritas. Eu tinha 25 na minha lista mas (não por falta de tempo) cortei para 10. Porque tenho de ser honesta com vocês e porque só vou mostrar neste blog, AQUILO que eu gosto.

Gosto de umas porque hello, são o máximo como por exemplo a Le Mot. Ou a Rust and May que tem mesmo o meu estilinho e são super acessíveis.

20€ por uma t-shirt? Nem eu conseguia esses preços. Eles devem ter é algum acordo especial com uma fábrica. Cunhas, presumo. Porque ótima qualidade (hello vocês já viram o nosso produto?) e um bom preço é meus amigos e minhas amigas uma ninharia e vocês sabem muito bem disso.

Agora deixem-me que eu vou á Pallas e vou escolher os meus novos mules para o verão. Se ele vier senhores! Venha venha!!

E vocês, têm algumas marcas preferidas? Quais? Contem-me tudo!

sienna inspo

rust and may

le mot

cluoh

poente

pallas

monarte

imauve

flutua

bow

Leave a Reply

%d bloggers like this: